6 de fev de 2017

Não pedir, ganhei!

Ao ler o capítulo 37 de Gênesis, vemos o autor deixando claro que a túnica que José recebera de seu pai lhe fora dada como presente. É difícil imaginar a reação dos irmãos de José, ao invés de alegra-se com ele, passaram a odia-lo. Jacó amava a José, e quando amamos alguém, buscamos demostrar esse amor de várias formas, como por exemplo: dando presentes. Receber presentes do pai celestial, é despertar no coração dos nossos "irmãos" o ódio, a inveja, o desprezo... É preciso ter muita maturidade para lidar com os presentes que o pai nos dá, pois em nenhum momento vemos José se exaltando por ter recebido a túnica colorida. É importante ter estrutura para conviver com os invejosos, com aqueles que querem ter o que temos, mas que não agradam ao pai como agradamos. Você já leu alguma vez na bíblia os irmãos de José questionando a Jacó porque ele deu uma túnica colorida a José? Não! E sabe porque eles não questionaram? Porque as decisões do pai são irrefutáveis. O pai te ama e deu a você o que não deu a nenhum outro filho. Seu ministério é único, seu chamado tem características próprias, e por mais que te odeim, eles terão que aprender a conviver com você dentro da casa sabendo que a túnica você não pediu, você ganhou.


Texto: Pregadora Manuela Souza


Siga-nos nas Redes Sociais 
Fanpage: Pregadora Manuela Souza

Instagram: @pregadoramanuelasouza

Youtube: Pregadora Manuela Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário